6 cuidados básicos com a saúde do Pet

Assim como precisamos cuidar da nossa saúde periodicamente ou quando uma doença aparece, nossos bichinhos também exigem atenção especial para garantir seu bem-estar.
Os cuidados básicos com a saúde do pet envolvem principalmente visitas e exames regulares ao médico veterinário, além da observação de sinais físicos ou mudanças comportamentais que indiquem que algo está errado.
Aqui, separamos os 6 principais cuidados que você deve ter com seu bichinho de estimação para garantir e evitar problemas de saúde:

  • 1. Acompanhamento Veterinário
  • Levar seu cachorro ou gato periodicamente a um veterinário é o primeiro passo para garantir sua saúde, segurança e bem-estar, pois é ele quem irá indicar a forma correta de cuidado com seu pet de acordo com suas necessidades (higiene, alimentação, medicamentos, etc.).
    Além disso, é através de consultas e exames veterinários que você saberá quais são os períodos de vacina e vermifugação, bem como encontrar possíveis alergias que possam causar problemas e incômodos no seu bichinho.

  • 2. Vacinas e Medicamentos
  • Manter a vacinação em dia é um dos cuidados mais importantes para evitar problemas de saúde em cães e gatos que podem levar a morte ou a transmissão de doenças para os humanos.
    Existem muitas doenças que acometem animais domésticos. Estar com a cartela de vacinação em dia é uma forma de evitar doenças e problemas graves para o seu melhor amigo, garantindo sua saúde e segurança.
    Para os cachorros as principais vacinas são as polivalentes (tipo V8 e tipo V10), a antirrábica e as de prevenção à gripe canina. Já os felinos devem tomar as vacinas V3 e V4.
    A utilização de medicamentos como vermífugos, anti pulgas e carrapatos também devem ser feitas periodicamente e é importante que seja prescrita por um veterinário. A “automedicação” nunca deve ser aplicada, seja para humanos ou animais.

  • 3. Passeios e Entretenimento
  • Antes de qualquer coisa, coloque uma coleira de identificação no seu cachorro ou gato para permitir que em caso de perda, você seja localizado e assim, recupere seu amigo.
    Dedique um tempo diário para dar atenção ao seu bichinho de estimação, leve-o para passear ou faça brincadeiras em casa para gastar sua energia. Eles passam muitas horas do dia sozinhos e podem ficar deprimidos.
    Se for sair para um passeio, não esqueça de usar coleira e guia adequada ao porte do seu cão ou caixa de transporte se saírem de carro. Além disso, se o seu melhor amigo não for muito sociável, pense na possibilidade de utilizar uma focinheira para garantir a segurança de outras pessoas.
    Outra informação muito importante: mantenha sua casa sempre protegida de fugas, coloque grade nos portões caso ele passe entre as grades, proteja as janelas com telas se você tem um gatinho e fique com atenção redobrada durante a entrada e saída de pessoas para que ele não saia de mansinho, eles são curiosos e podem se perder ou se machucar.

  • 4. Higiene
  • O banho regular é essencial para manter a saúde do seu bichinho de estimação, além de deixá-lo sempre cheiroso e pronto para um carinho. A tosa também é muito importante para os animais, principalmente aqueles de pelagem longa, pois evita o acúmulo de sujeiras e a proliferação de bactérias e fungos, bem como retira os nós do pêlo. O corte de unhas e higiene bucal também fazem parte da rotina de cuidados do seu melhor amigo.
    Mantenha o espaço de descanso do seu bichinho sempre limpo, escolhendo também um local que o mantenha protegido da chuva, frio, vento e sol. Para cães que vivem dentro de casa, separe um espaço específico na lavanderia, varanda ou pátio para que ele aprenda a fazer suas necessidades sempre no mesmo local e limpe o espaço diariamente para evitar moscas, mau cheiro e a transmissão de doenças.
    Para os gatos, tenha um local especial para manter a caixa de areia, seja na lavanderia, varanda ou no próprio banheiro. Retire as fezes diariamente e troque a areia conforme indicação da embalagem.

  • 5. Alimentação
  • A escolha da ração mais adequada ao porte e necessidades nutricionais do seu bichinho de estimação pode influenciar diretamente na sua saúde, por isso, deve ser escolhida levando em consideração sua tabela nutricional e não apenas marca e preço. Além disso, existem uma série de alimentos humanos que não devem ser consumidos por cães e gatos, como por exemplo o chocolate. Os problemas que podem causar vão desde enjoos, vômitos e irritação alérgica, como facilitar o aparecimento de doenças mais sérias.
    Os principais cuidados com a alimentação do seu pet são:
    ● Forneça uma ração de qualidade e apropriada para a raça e idade do animal;
    ● Prefira dar rações premium ou superpremium;
    ● Evite manter restos no pote para evitar a contaminação do alimento;
    ● Filhotes devem ser alimentados de 3 a 4 vezes ao dia;
    ● Cães e gatos adultos podem ser alimentados 2 vezes ao dia;
    ● Limite o consumo de petiscos, assim eles podem ajudar a adestrar o comportamento do seu bichinho e também evita a obesidade;
    ● Mantenha água sempre fresca e a disposição;
    ● Evite dar alimentos e guloseimas humanas.

  • 6. Castração
  • A castração hoje é uma opção muito importante, pois ajuda a evitar filhotes não planejados e superpopulação de cães de rua. Além disso, nas fêmeas ajuda a evitar o câncer de mama e infecção de útero. Já nos machos evita que fujam atrás de fêmeas no cio, diminui a agressividade e reduz a necessidade de marcar território.
    Você pode levar seu bichinho para castrar com um veterinário de confiança a partir dos 4 meses.

Cuide da saúde do seu melhor amigo e garanta que ele estará com você por muitos anos. Na Clínica Veterinária Santa Catarina você encontra tudo que seu bichinho precisa, com o cuidado e carinho que ele merece. Confira os serviços oferecidos e entre em contato para agendar uma consulta.

Voltar para Dicas